Prefeitura recebe colaboração da Fundação Pró-Memória para combate ao Novo Coronavirus

 Prefeitura recebe colaboração da Fundação Pró-Memória para combate ao Novo Coronavirus

Montante de R$ 750 mil foi entregue pelo superintendente na manhã desta quarta (25)

O superintendente da Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, Dr. Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus, anunciou nesta quarta-feira (25), em reunião com o prefeito Nilson Gaspar (MDB), que a instituição irá disponibilizar parte de seu orçamento e de seu Fundo para Situações Emergenciais de Preservação do Patrimônio para o combate ao Novo Coronavírus (COVID-19). O valor total é de R$ 750 mil.

“Todos sabem que estamos buscando parceiros e que os órgãos públicos envolvidos na Administração Municipal estão fazendo contingenciamento de seus recursos e verbas. Dentro deste cenário de cuidados com a saúde pública, o Gustavo trouxe uma notícia muito boa para nós”, destaca o prefeito.

“Temos que dar as mãos neste momento ímpar. Temos um Fundo de Ajuda para o Patrimônio Histórico, que juntamos ao longo de nove anos de uma administração coesa e muito bem organizada. Todo órgão deveria ter este Fundo, mas no Brasil são poucos que têm. Por isso, a Fundação Pró-Memória é reconhecida internacionalmente”, enfatiza o superintendente.

Do montante de R$ 750 mil, R$ 684 mil são provenientes do Fundo para Situações Emergenciais de Preservação do Patrimônio e R$ 66 mil do orçamento reservado para a Fundação nestes três primeiros meses do ano.

“Entre as medidas que possibilitaram a organização de tal Fundo está o planejamento de manutenção do Casarão Pau Preto a cada seis meses. Uma prática recorrente na Europa, mas pouco feita no Brasil. Manter é mais barato do que restaurar”, explica Gustavo. “Desta forma, foi possível atender ao pedido do Executivo Municipal, por meio da Secretaria Municipal da Fazenda, destinando tal fundo, bem como parte de três meses de nosso orçamento, para o combate ao Novo Coronavírus”.

Gustavo destaca, mais uma vez, a importância da medida. “Devemos nos unir nesse momento difícil para apoiar o trabalho da administração pública, que está, de forma eficaz, conseguindo barrar a incidência dos casos na cidade” e lembra ainda que “destinar tal montante para o combate ao vírus não está indo contra os objetivos da Fundação, pois estamos ajudando a preservar o nosso maior Patrimônio: a saúde e a vida dos cidadãos de Indaiatuba”.

Raphaela Vitiello

Raphaela Vitiello

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *