PREFEITURA ESTERILIZARÁ AMBULÂNCIAS E UNIDADES DE SAÚDE COM TECNOLOGIA ULTRAVIOLETA

 PREFEITURA ESTERILIZARÁ AMBULÂNCIAS E UNIDADES DE SAÚDE COM TECNOLOGIA ULTRAVIOLETA

Esterilizador Hyperviolet foi doado pela Zasso Brasil

A Administração Municipal está com um novo parceiro na luta contra a Covid-19. A empresa Zasso Brasil doou para o município o esterilizador Hyperviolet, desenvolvido em parceria com o piloto brasileiro de automobilismo Lucas Di Grassi. O equipamento utiliza tecnologia ultravioleta para a esterilização de veículos e ambientes fechados, eliminando vírus e bactérias de forma segura, rápida e econômica. A Prefeitura utilizará a novidade na desinfecção de ambulâncias e serviços de saúde. Di Grassi e o CEO da empresa, Sérgio Coutinho Filho, estiveram na cidade na manhã de terça-feira (19) para uma demonstração do equipamento na Central de Ambulâncias.

O prefeito Nilson Gastar conheceu a empresa no início da semana e ficou bastante animado com mais uma iniciativa de parceria para a utilização do Hyperviolet. “Fico orgulhoso em saber que Indaiatuba tem indústria com tecnologia de ponta desenvolvendo soluções para o combate ao novo coronavírus. Esse equipamento de esterilização com uso de luz ultravioleta traz uma solução eficiente para eliminar vírus e bactérias de forma rápida e segura. Agradeço a parceria da Zasso e do piloto Lucas Di Grassi, que trouxe o projeto desse esterilizador aqui para o Brasil. Vamos usar o equipamento para esterilizar nossas ambulâncias, equipamentos e unidades hospitalares”, comentou Gaspar.

O Hyperviolet emite luz ultravioleta C (UVC) com capacidade de eliminar vírus de todos os locais atingidos em poucos minutos. A luz destrói o DNA dos microorganismos e tem eficácia de 99,9% de efeito germicida.  A vantagem sobre os outros tipos de desinfecção de ambientes é justamente o alcance e a rapidez na esterilização, incluindo superfícies e o ar do ambiente, sem a utilização de nenhum químico ou subproduto.

Durante a demonstração em Indaiatuba, uma ambulância foi esterilizada em apenas um minuto. Um ônibus do transporte coletivo também passou pela desinfecção e o trabalho durou dois minutos. O processo de uso é simples, basta espalhar as lâmpadas do equipamento pelo local a ser higienizado, fechar as portas, ligar o sistema e esperar a finalização do processo de limpeza.  

De acordo com o CEO da Zasso, a máquina foi criada no País com o propósito de ajudar na luta dos brasileiros nesse período de pandemia e pós pandemia. A eficácia da tecnologia é comprovada cientificamente e já é utilizada em outros países na desinfecção de trens, metrôs, aviões e hospitais. “No Brasil, já submetemos o Hyperviolet a vários testes, todos com sucesso”, explicou Sérgio Coutinho Filho.

Em abril foram realizados testes no metrô de São Paulo, onde o IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas realizou coleta de amostras antes e depois da aplicação, com resultados extremamente satisfatórios. “É uma tecnologia que funciona e que pode ser utilizada com segurança”, completou.

O equipamento deve ser entregue à Prefeitura até o final da próxima semana, quando os funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos e da Central de Ambulâncias passarão por treinamento para iniciar a utilização no município.

Fotos: Sirlene Virgílio Bueno  RIC/PMI

Raphaela Vitiello

Raphaela Vitiello

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!